ESOTROPIA ACOMODATIVA

O QUE É ESOTROPIA ACOMODATIVA?

            A esotropia acomodativa é uma das formas mais comuns de esotropia (olho desviado em direção ao nariz), que é um tipo de estrabismo ou desalinhamento ocular. Refere-se ao desvio dos olhos causado pelo esforço de foco dos olhos ao tentar ver com nitidez. Pacientes com esotropia acomodativa geralmente tem hipermetropia. Isso significa que os olhos devem trabalhar mais para enxergar claramente, principalmente quando o objeto está próximo. Esse esforço de foco é chamado de acomodação. Quanto mais próximo um objeto estiver do olho, maior será a quantidade de acomodação necessária. Um efeito colateral do esforço acomodativo pode ser o desvio dos olhos.

POR QUE A ESOTROPIA ACOMODATIVA É UMA PREOCUPAÇÃO EM CRIANÇAS?

            Se os olhos de uma criança se cruzam em idade precoce, a visão não se desenvolve normalmente. A visão ficar permanentemente reduzida em um olho se não for “usada” adequadamente durante a infância (isso é chamado de ambliopia) e a percepção de profundidade (3D) pode nunca se desenvolver. Se o cruzamento dos olhos for diagnosticado e tratado precocemente, o desenvolvimento da visão poderá prosseguir normalmente. O desvio dos olhos nunca é normal (exceto desvios intermitentes nos primeiros três meses de vida) e qualquer criança suspeita de ter desvio dos olhos deve ser examinada por um oftalmologista pediátrico.

TODAS AS CRIANÇAS COM HIPERMETROPIA TÊM ESOTROPIA ACOMODATIVA?

            Não, na verdade as crianças costumam ter hipermetropia, mas a maioria delas não tem esotropia. Na maioria das crianças, a hipermetropia é leve e, portanto, o esforço de acomodação que elas fazem para ver claramente não é significativo. É possível que duas crianças tenham o mesmo grau de óculos e que apenas uma tenha desvio ocular. Quanto maior a hipermetropia, maior é a quantidade de esforço que se deve exercer e maior a probabilidade dos olhos apresentarem desvio.

COMO É TRATADA A ESOTROPIA ACOMODATIVA?

            O tratamento inicial para a esotropia acomodativa geralmente envolve a prescrição de óculos ou lentes de contato para corrigir o erro de refração (hipermetropia) do paciente (Figura 1). Ao usar os óculos, os olhos podem relaxar o foco ou o esforço acomodativo, o que reduzirá a convergência ou o estímulo de cruzamento e os olhos se alinharão. Óculos usados ​​para tratar a esotropia acomodativa devem ser usados ​​em período integral.

Figura 1: Paciente com esotropia acomodativa e desvio interno do olho direito quando sem os óculos e com os olhos alinhados ao usar os óculos.

O QUE ACONTECE APÓS UMA CRIANÇA COMEÇAR A ÓCULOS PARA TRATAR A ESOTROPIA ACOMODATIVA?

            Mesmo depois quando o uso dos óculos corrige a esotropia acomodativa, ainda é normal que os olhos continuem cruzando ao retirar os óculos. Na verdade, é possível que o desvio sem óculos seja ainda mais visível do que era antes da criança começar a usá-los. O importante é se os olhos estão alinhados durante o uso dos óculos. Se isto não ocorrer, a visão com dois olhos não se desenvolverá normalmente. Seu oftalmologista pediátrico é a melhor pessoa para julgar isso e acompanhar o desenvolvimento da visão da criança. Esses exames de acompanhamento são importantes não apenas para monitorar o cruzamento dos olhos, mas também para verificar problemas associados, como a ambliopia.

QUAL O PAPEL DA CIRURGIA NA ESOTROPIA ACOMODATIVA?

            A cirurgia é indicada apenas se os óculos não corrigirem o desvio. Nesse caso, a cirurgia de estrabismo pode ser recomendada para ajudar a melhorar o alinhamento ocular. Essa cirurgia geralmente é feita na infância para ajudar a promover o desenvolvimento da visão binocular (capacidade de usar os dois olhos juntos e desenvolver a percepção de profundidade). Normalmente, a cirurgia para esotropia acomodativa não elimina a necessidade de óculos, mas corrige o desvio que ainda está presente mesmo com o uso dos óculos. Os olhos provavelmente continuarão a se cruzar quando os óculos forem retirados.

POR QUE ALGUMAS CRIANÇAS COM ESOTROPIA ACOMODATIVA EXIGEM BIFOCAIS?

            Em alguns casos, as crianças terão quantidades excessivas de cruzamento ocular (esotropia) ao olhar para objetos próximos, como durante a leitura. Isso pode ocorrer mesmo ao usar os óculos corretos que mantêm os olhos perfeitamente retos ao olhar para objetos distantes. Essas crianças podem se beneficiar de óculos com a área de leitura (inferior) dos óculos “mais forte”, através de uma lente bifocal.

A ESOTROPIA ACOMODATIVA PODE DESAPARECER COM A IDADE?

            Sim, as crianças podem deixar de apresentar a esotropia acomodativa. Isso geralmente acontece durante o ensino fundamental e na adolescência, quando a criança apresenta menos hipermetropia. É difícil prever desde cedo se uma criança superará ou não sua necessidade de óculos.

AS CRIANÇAS COM ESOTROPIA ACOMODATIVA SÃO CANDIDATAS PARA CIRURGIA REFRATIVA?

            Crianças que não superam a necessidade de óculos podem ser elegíveis para cirurgia refrativa mais tarde na vida e quando a grau estiver estabilizado. A indicação da cirurgia refrativa deve ser determinada caso a caso, idealmente com o envolvimento de um cirurgião refrativo, além de um oftalmologista pediátrico.

Fonte: https://aapos.org/glossary/accommodative-esotropia