HERPES OCULAR

O QUE É HERPES?

            Herpes Simples é um vírus comum que afeta seres humanos. Existem dois tipos de vírus do herpes simples (HSV). O HSV tipo 1 causa herpes labial e pode afetar o rosto e os olhos. O HSV tipo 2 causa principalmente infecções genitais.

QUAIS SÃO OS SINTOMAS DO HSV NO OLHO?

            O HSV pode afetar quase qualquer parte do olho. Uma erupção cutânea com vesículas (bolhas) pode se formar nas pálpebras, isso geralmente se cura espontaneamente em 3-7 dias. Quando a superfície do olho está envolvida, pode se ter olho vermelho, lacrimejamento, fotofobia (sensibilidade à luz), dor de cabeça e sensação de corpo estranho. Na maioria dos casos, a infecção ocorre apenas na camada superficial da córnea (superfície transparente localizada na frente do olho) e é chamada de ceratite epitelial. Se as camadas mais profundas da córnea estiverem envolvidas, isso é mais grave e é chamado de ceratite estromal. A ceratite estromal tem maior probabilidade de causar cicatrizes na córnea. Menos comumente, o HSV pode afetar o interior do olho e a retina (revestimento interno do olho), causando uveíte (inflamação dentro do olho), aumento da pressão intraocular e baixa visual.

QUEM PODE SER AFETADO PELO HSV?

            Todas as faixas etárias podem ser afetadas pelo HSV, incluindo recém-nascidos. A maioria das pessoas foi exposta ao HSV em algum momento de suas vidas sem estar ciente disso, muitas pessoas são infectadas com esse vírus durante a infância. É comumente transmitida por contato próximo, como beijos de um membro da família com afta.

            Em muitas pessoas, a infecção inicial não causa sintomas. O vírus geralmente se instala nos nervos da face e permanece inativo por toda a vida. Em alguns pacientes, o vírus pode ser reativado, se espalhar através do nervo para o rosto e os olhos e causar a doença. Não se sabe por que a reativação ocorre em algumas pessoas, embora possa estar relacionada com adoecimento, estresse ou trauma.

COMO O HSV É DIAGNOSTICADO?

            O diagnóstico da doença ocular do HSV é geralmente feito por sintomas e exame físico do olho. O diagnóstico definitivo pode ser feito com cultura de tecidos. A erupção nas pálpebras é facilmente vista e se assemelha a uma coleção de pequenas bolhas. O oftalmologista usará um microscópio (lâmpada de fenda) para examinar a superfície e o interior do olho. As lesões clássicas de HSV na córnea são pequenos dendritos de ramificação múltipla que podem ser vistos quando um corante especial, chamado fluoresceína, é colocado no olho. Níveis mais profundos de infecção dentro do olho também podem ser vistos através do exame de fundo de olho dilatado.

COMO É TRATADA A DOENÇA OCULAR POR HSV?

            O tratamento depende da parte do olho envolvida. Se apenas as pálpebras estiverem envolvidas, pode ser prescrita uma pomada tópica antiviral ou antibiótica. Se o olho estiver envolvido, podem ser utilizados colírios antivirais tópicos ou orais como o aciclovir. Se estruturas internas mais profundas estiverem envolvidas, também podem ser administradas gotas de esteroides. Às vezes, a inflamação pode estar associada a um aumento da pressão intraocular. Nesse caso, isso pode exigir gotas especiais para diminuir a pressão ocular.

            Um episódio de herpes ocular geralmente desaparece sem deixar problemas permanentes. Se não forem tratadas adequadamente, as infecções oculares por HSV podem levar a cicatrizes e uma diminuição permanente da visão, sendo essencial o acompanhamento oportuno por um oftalmologista.

A DOENÇA OCULAR DO HSV PODE SER EVITADA?

            O vírus HSV é contagioso, mas poucas pessoas que entram em contato com o vírus desenvolvem uma infecção ocular. Nos pacientes que apresentam a doença, as recorrências, por reativação do vírus, são comuns, afetando até 1/3 dos pacientes. Estes pacientes podem receber medicação oral a longo prazo para evitar recorrências.

O QUE É HERPES ZOSTER?

            O vírus Herpes Zoster (HZV) é o mesmo vírus que causa catapora. O vírus pode permanecer inativo no corpo após uma infecção por catapora e ser reativado mais tarde. As infecções por HZV envolvendo o olho podem parecer muito semelhantes a uma infecção por HSV. As lesões na pele geralmente são dolorosas e se desenvolvem na testa e ao redor de um olho em um padrão geométrico. Os grupos de maior risco são idosos e as pessoas com problemas no sistema imunológico. As infecções por HZV são menos comuns em crianças.

Fonte: https://aapos.org/glossary/herpes-eye-disease

Próximo