RETINOSCOPIA

O QUE É RETINOSCOPIA?
A retinoscopia (também chamada de esquiascopia) é uma técnica para determinar objetivamente o erro de refração do olho (miopia, hipermetropia e astigmatismo) e a necessidade de óculos. O teste é rápido, confiável e preciso e requer uma cooperação mínima do paciente, por isso é o método ideal de avaliação de erros de refração nas crianças.

COMO É REALIZADA A RETINOSCOPIA?
A retinoscopia é realizada através de um instrumento portátil chamado retinoscópio que projeta um feixe de luz no olho (Figura 1). Quando a luz é movida vertical e horizontalmente pelo olho, o examinador observa o movimento da luz refletida na parte de trás do olho. Esse reflexo é chamado reflexo vermelho. O examinador então coloca lentes na frente do olho e, à medida que o poder das lentes muda, há uma mudança correspondente na direção e no padrão do reflexo. O examinador continua trocando as lentes até chegar na lente que seja o erro de refração do paciente.

Figura 1: Feixe de luz do retinoscópio refletido no olho.

PRA QUE SERVE A RETINOSCOPIA?
A retinoscopia é usada para determinar o erro de refração em crianças, adultos com atraso no desenvolvimento neurológico ou em indivíduos cujo comportamento limita a capacidade de cooperar com outras técnicas de refração. É especialmente útil em bebês e crianças muito jovens.

COMO É REALIZADA A RETINOSCOPIA?
Os olhos das crianças são normalmente dilatados com colírios para a realização da retinoscopia. Isso ocorre porque o reflexo é mais fácil de ver quando a pupila é grande e porque as gotas limitam temporariamente a capacidade do olho de acomodar ou focalizar. Isso permite uma determinação mais precisa do erro de refração.
Para o exame ser realizado a criança deve olhar para a luz do examinador por um período que varia de alguns segundos a alguns minutos. A maioria das crianças, incluindo bebês, pode olhar a luz por tempo suficiente para permitir uma retinoscopia bem-sucedida no consultório.
Existem outros métodos que ajudam a determinar os erros de refração das crianças. A auto-refração e refração subjetiva são outras técnicas usadas. A refração automática é um método de retinoscopia que é realizado por um dispositivo de computador. Esse método pode ser preciso, mas exige que o sujeito fique parado e observe um alvo por alguns segundos para obter uma medida precisa. A refração subjetiva é um método que pode ser usado para refinar os resultados da retinoscopia ou auto-refração. A refração subjetiva requer participação do paciente no processo, informando ao examinador qual de uma série de opções de lentes oferece a visão mais clara e por isso em geral só é usada em crianças mais velhas.

Fonte: https://aapos.org/glossary/retinoscopy